Livro de Visitas

Agradecimento com afeto.

Aureliano da Fonseca - 15 de Fevereiro de 2014

"Quero ficar sempre estudante..."
Obrigada Paulo Pombo e Aureliano da Fonseca por estas palavras eternamente inspiradoras que me correm nas veias não só pela responsabilidade do sobrenome que carrego mas, sobretudo, pela honra de integrar esta magnífica casa que é o Orfeão Universitário do Porto. És parte de mim, OUP!

Sofia Pombo - 09 de Setembro de 2013

Adorei que minha prima encontrou este site,sou sobrinha de um orfeonista Nélson Machado Durão,se alguém ler este meu testemunho e se lembre dele,ficarei muito feliz se fizerem contacto,se tiverem fotos os capas de discos que ele fez parte será uma linda e enorme surpresa para nós da família!!!Abraço a todos(as)orfeonistas,grande trabalho e dedicação PARABÉNS

Sandra Duraõ - 30 de Agosto de 2013

Ao consultar a lista dos "grupos desactivados" reparei que falta o Grupo de Dança Moderna, criado em 1992 (se a memória não me falha) e que ainda estava activo em 1996, quando saí. Há dois registos fotográficos no grupo OUP do Facebook. Eu fui a responsável até pelo menos 94, depois creio que ficou a Catarina Cachapuz. Que tal dar-lhe o lugar que merece? :)
Saudações orfeónicas!

Joana Félix - 26 de Maio de 2013

Muitos parabéns pelo magnifico espectáculo de encerramento das comemorações do centenário do nosso OUP. Magnifico! Luiz Barata da Rocha ( Orfeonista 1960-67)

Luiz Barata da Rocha - 04 de Março de 2013

Ola a Todos . Muito boa noite .

Vejo o registo dos Antigos e em 1972 apenas constam dois nomes. Entramos no ano da Venezuela . Os nomes que vejo em 1972 / 73 são dois meus grandes amigos mas que me desculpe o Pedro Sampaio ( o meu melhor amigo e compadre ) mas entrou em 73/74 . Agradavel rever as fotos dos AMADOS pauliteiros aonde sempre estive , como transmontano que sou . Incrivelmente agradável foi ver a homenagem ao Dr Mourinho que conheci desde muido ( amigo do meu avó )e relembro agora entre muito gratas e inesqueciveis recordações a PRIMEIRA gaita de foles do orfeão que comprei com o Baldaia em Duas Igrejas após uns copos bem bebidos em casa do saudoso Dr Mourinho ( já não era padre ) e a primeira Capa de Honra que comprei na Povoa ( junto a Miranda ). Penso que ainda existe??.. Bem .. um infidável mundo de inesqueciveis recordações. A todos um forte abraço e muito parabéns pelo enorme e muitissimo bom "trabalho " e copos bebidos ...

Um grande abraço

Zé Ribeiro

Antonio Jose da Fonseca Ribeiro - 17 de Outubro de 2012

Caro OUP,
Venho desta forma parabenizar aquela que é incontestavelmente a instituição que representa a academia da minha mui nobre cidade.
A hora é de crise, não sendo esta apenas financeira. Vemos diariamente atacadas as nossas liberdades, direitos e tradições, visto que, ao que pude verificar, o OUP não foi excepção.
Ao longo da minha vida, transpus obstáculos que pensei penosos, em 2000 ingressei no exército português como voluntário no CTOE (Centro de Tropas das Operações Especiais) e seis anos mais tarde volvi à minha cidade em definitivo.
Foi nesse ano que ingressei no ensino superior, onde frequentei no meu estabelecimento de ensino a Tuna até há bem pouco tempo. As denominadas praxes nada mais eram do que meras brincadeiras em comparação com aquelas que "sofri" enquanto ao serviço. No entanto, sempre achei estranho, que tanta reverência fosse dada a pessoas que dentro desta instituição eram "veteranos", que no meu ver, nada mais eram do que velhos a brincar aos estudantes e que se agarravam às tradições como pretexto para lá continuarem, ano após ano, sem concluir uma única cadeira!
Aquilo que se passou na serenata, além de vergonhoso para a academia, foi vergonhoso para os pais dos estudantes, que apenas querendo felicitar os seus filhos em tão bela tradição, foram confrontados com "burros velhos" a andarem à pancada.
Sempre me foi ensinado que "Vontade e Valor" discretamente se mostra e a verdadeira liderança actua assim.
Voto de eternos sucessos para o OUP!
"Que os muitos por ser pucos nam temamos"

António Cunha - 11 de Maio de 2012

TUDO FAREI PARA DEFENDER O NOME DESTA INSTITUIÇÃO... Julgo poder partilhar umas palavras que foram escritas pela Praxe-Porto: "Vai um FRA sentido para o grande Orfeão, um dos últimos baluartes da verdadeira tradição académica! Um enormíssimo bem haja para quem ainda teima por pugnar por dignidade e nobreza no exercício da praxe académica."

Filipa Magalhães - 11 de Maio de 2012

O Orfeão Universitário do Porto é uma escola de vida, uma escola de valores, uma instituição que em muito contribui para o enaltecimento da academia e merece todo o respeito e louvor.
Estes acontecimentos por parte do Magnum Consilium Veteranorum são repreensíveis e vergonhosos.
No ano em que o NOSSO Orfeão completa 100 anos, que esta situação sirva de elo da forte união, que esta nobre instituição nos incutiu desde cedo.
Obrigada Orfeão. So sabe bem de ti, quem um dia te ousou sentir.

"Para ser grande, sê inteiro: nada
Teu exagera ou exclui.

Sê todo em cada coisa. Põe quanto és
No mínimo que fazes.

Assim em cada lago a lua toda
Brilha, porque alta vive."

Ricardo Reis - Fernando Pessoa

"O que não nos mata, torna-nos mais fortes."

Somos grandes.

Ana Coimbra - 11 de Maio de 2012

Quero aqui publicamente manifestar o mais veemente repúdio pelas atitudes e tomadas de posição assumidas pelo Conselho de Veteranos que envergonham a mui nobre cidade do Porto e visam única e simplesmente destruir o OUP.
OUP segue em frente a tua caminhada na defesa intransigente dos valores e principios que sempre vos nortearam.
Dos fracos não reza a história!....
Mário Afonso-09 de Maio de 2012

Mário Afonso - 09 de Maio de 2012

Caro OUP,

antes de mais os mais sinceros parabéns pelo centenário!

Durante a vida académica, tive o prazer de passar pela Tuna e pela Associação de Estudantes da instituição onde estudei e apesar de não ter sido orfeonista, sempre tive o OUP como uma instituição merecedora de enorme respeito pelo que deu e continuará a dar à academia do Porto.

O que ocorreu no passado sábado, é na verdade, uma vergonha para todos os que de algum modo já estiveram ligados à vida académica, bem como um enorme desrespeito pela instituição OUP.

Deixo-vos aqui as minhas palavras de solidariedade e de repúdio ao acontecido. Faço votos para que tal acontecimento seja o virar da página na nossa academia e que esse pseudo-grupo de "estudantes" siga o seu caminho, de preferência para bem longe!

Um abraço a todos os orfeonistas.

Vítor Brito Ferreira - 09 de Maio de 2012

Uma Academia como a Portuense não merece que um auto-denominado Conselho de Veteranos a envergonhe como aconteceu no passado dia 6... Sempre fui favorável à praxe mas isto que se passou foi um abuso de poder levado a cabo por pessoas que, até socialmente, deviam envergonhar-se profundamente dos seu actos. Solidariedade e repulsa pelos factos ocorridos, desde Vila Real, um bem haja ao OUP...

José Rainho - 09 de Maio de 2012

O OUP, mesmo nos anos da ditadura, e mesmo correndo riscos, sempre soube assumir uma postura digna, defensora da Academia e da sua autonomia perante o poder. Não pode hoje ceder perante os novos candidatos a "ditadores",
defendendo a Honra e Dignidade que fazem a sua história.

António Teixeira (Teixeirinha) - 09 de Maio de 2012

Gostaria de mostrar a minha solidariedade com o Orfeão no momento em que publica a Carta Aberta de 8 de Maio de 2012.

Força ao Orfeão. POR UMA ACADEMIA repleta de tradição contra aqueles que por direito já lá não deviam estar, que tentam destruir a ACADEMIA DO PORTO manipulando aqueles que acreditam na praxe com as suas mentiras e falsidades, desvirtuando a tradição em seu benefício próprio.

FORÇA ORFEÃO...

Rui Guimarães - 08 de Maio de 2012

No momento em que é publicada a Carta Aberta de 8 de Maio de 2012 acerca dos incidentes ocorridos entre o OUP e a FAP venho, na qualidade de Antigo Orfeonista, manifestar a minha solidariedade com o OUP no sentido de que esta Instituição se mantenha e prossiga o seu projecto de afirmação e defesa dos interesses culturais da Academia do Porto. Força OUP! Estamos todos contigo!

Fernando Manuel Neves Laranjeira - 08 de Maio de 2012

No momento em que é publicada a Carta Aberta de 8 de Maio de 2012 acerca dos incidentes ocorridos entre o OUP e a FAP venho, na qualidade de Antigo Orfeonista, manifestar a minha solidariedade com o OUP no sentido de que esta Instituição se mantenha e prossiga o seu projecto de afirmação e defesa dos interesses culturais da Academia do Porto. Força OUP! Estamos todos contigo!

Fernando Manuel Neves Laranjeira - 08 de Maio de 2012

Mais uma vez, Parabéns pelos teus 100 anos!!! Obrigada OUP por tudo o que me deste, por fazeres de mim aquilo que hoje sou!! Venham mais 100 anos... UM GRANDE VIVA PELO OUP!!

Filipa Couto Magalhães (Pipa) - 27 de Março de 2012

Como antigo orfeonista e também como antigo Presidente da Direcção , com muita emoção saúdo o OUP pelo centenário.
Saudações académicas!
José Bárbara Branco

José Bárbara Branco - 17 de Março de 2012

Parabéns OUP pelos primeiros 100 anos!!!
Ficarás para sempre na minha memória e continuarei sempre estudante graças a ti.

Saudações Orfeónicas.

Luís Costa - 14 de Março de 2012

Como antigo orfeonista e filho de um dos fundadores e primeiros directores do Orpheon Académico do Porto, venho agradecer-vos a homenagem que prestaram aquele grupo de jovens cheios de ideais e corações generosos que, em 1912, o fundou.
Os meus parabéns!
Saudacões Académicas,
Luiz Barata da Rocha
(1960-1967)

Luiz Barata da Rocha - 14 de Março de 2012

Olá a todos,
Gostaria de deixar aqui o meu agradecimento e um bem-haja à atual direcão do Orfeão e à comissao de organização do centenário pelo trabalho e empenho dados à realização deste dia de Sábado 10 de Março de 2012. Foi uma bonita homenagem à nossa instituição e penso que fez reacender (se é que é possível que ela se apague) a chama de cada antigo orfenista por aquela que foi e que sempre será a nossa segunda casa!

Espero ansiosa pelos próximos eventos que continuarão a marcar esta comemoração ao longo de 2012!

Saudações Orfeónicas
Catarina "Rochinha"
OUP 1998 a 2004

Catarina Rocha - 12 de Março de 2012

A noite de ontem foi mágica, fez-me sentir com 17 anos. Essa era a minha idade quando, em 1965, entrei para o Orfeão, que era uma instituição que já me era familiar pelos meus irmãos Belarmino e Domingos. No Orfeão vivi momentos inesquecíveis ao longo de 7 anos como sócio efectivo, que prolonguei por vários anos como sócio auxiliar, tal era a dificuldade de deixar de disfrutar de um convívio tão bom. Mas as amizades ficaram para a vida e ontem, no sarau comemorativo dos 100 anos do nosso OUP, pude rever amigos de longa data, daqules que ficam para sempre, feitas nos tempos da "mocidade louca, ingénua, generosa e faminta de ilusão".

Carlos Soares - 11 de Março de 2012

SAVDAÇÕES ORFEÓNICAS!

Parabéns pelo jubiloso centenário do OUP! É com alegria que posso dizer, que: Ao OUP, que somos e fomos nós!

Parabéns ao novo «rosto do website», muito mais prático e funcional! :) Parabéns, também, pelo elegante e elucidativo logotipo da comemoração do centenário -> MCMXII --- MMXII.
Parabéns à Universidade do Porto!

A todos os Orfeonistas, com quem troquei imensas histórias de vida e a quem agradeço! Partilha de emoções, de cantorias, de danças da Madeira, dos brindes, Queimas das Fitas, jantaradas, montagem e desmontagem dos espectáculos... Recordo-vos com muita saudade!

A todo o OUP pela cultura incutida em cada um, durante as nossas idas e vindas a belíssimos lugares, para as actuações! Ao OUP por me querer bem e por me ter proporcionado viagens e a «enorme expedição» na Digressão de Verão -- Cabo Verde (2001)! Aquilo é que foram dias memoráveis!

Aos meus Padrinhos Orfeónicos: Júlio P. J. Silva Martins e Sandra de Jesus Paiva, que me baptizaram como «Suberus rouxinolis» (lá deviam achar que cantava muito bem! :) e que as minhas origens alentejanas deviam ser evocadas...) e quando acabou o discurso de agradecimento eu disse: « -Mas sobreiro, não é Suberus! É Suber sp.! Eu sou de Biologia!»....

Mais uma vez, MUITOS PARABÉNS ao OUP!

Luís Guapo - 08 de Março de 2012

Parabéns Orfeão,
pelos 100 anos de vida
Sempre no coração
de quem passou, mas não de fugida
de uma faculdade esquecida...

E que me deu o mais importante:
O Amor, a minha paixão...para sempre
e a vontade constante,
de ficar "sempre estudante"

Ângela Lello (Nova)

Ângela Lello - 07 de Março de 2012

Parabéns ao OUP.
O que custam são os primeiros 100.

Ricardo Tsou - 07 de Março de 2012

Querido Orfeão:

Eu queria deixar aqui algumas palavras bonitas que pudessem exprimir o orgulho que sinto por um dia me teres deixado entrar na tua casa. Já lá vão mais de 30 anos!

Mas a tarefa é difícil! Porque não há palavras que possam mostrar a alma orfeonista; porque ser orfeonista é ser isso mesmo: Orfeonista! Orfeonista um dia, orfeonista a vida toda!

Contigo passei quase 9 anos da minha juventude. Contigo cresci, contigo ri, contigo chorei, contigo aprendi a ser o que sou hoje. E é essa dádiva que eu tenho em dívida contigo.

Ontem, na Sessão Solene, perante várias gerações da família orfeónica que somos, não pude deixar de reparar no teu estandarte, bem engomado, que em posição altaneira parecia a todos vigiar orgulhoso, como se dissesse “Estes são os meus!”....

Não, definitivamente, não há palavras!

Parabéns querido Orfeão! Por estes 100 anos e por muitos que virão. Porque enquanto pudermos dizer “Cantando espalharei por toda a parte…” estaremos aí. Por ti e contigo.

Margarida Paula Salgado - 07 de Março de 2012

Parabéns Orfeão Universitário do Porto!
Porque fizeste de mim, uma parte do que hoje sou, OBRIGADA!
Serei sempre estudante, serei sempre do Orfeão!

Ana Luísa Teixeira - 06 de Março de 2012

Parabéns OUP e obrigada por tudo. Pelos anos maravilhosos de alegrias, ensinamentos, experiências e pessoas que ficaram para a vida. Orgulho-me muito de fazer parte desta família e fui profundamente feliz nos dias em que esta era a minha segunda casa. Beijinhos a todos os que passaram por lá, aos que lá estão, mas sobretudo a quem partilhou aqueles anos comigo ... Tenho tantas saudades! Raquel

Raquel Matos Cruz - 06 de Março de 2012

Parabéns a tão nobre Instituição que nos recebe sempre de braços abertos e que tanto nos ensina. Que nos faz olhar para a a vida e para a cultura portuguesa com outros olhos!Que nos traz tantas vivências que mais tarde recordamos com um carinho tão especial!Que me enche de orgulho por fazer parte da sua história!

Venham daí mais 100 anos de magia!
Viva o Orfeão Universitário do Porto!

Maria Caldeireiro - 06 de Março de 2012

Parabéns a todos os orfeonistas, de hoje e de ontem, por terem sonhado e vivido estes anos todos!

carla franco - 06 de Março de 2012

Parabéns a todos os que tornaram estes 100 anos possíveis! É com extremo orgulho que continuo a dizer "Sou Orfeonista"!

Luis Machado - 06 de Março de 2012

Orfeão de músicas e serenatas,
De tertúlias e das praxes,
De trabalho e responsabilidade,
Das DV's com "D" grande,
Das AG's a perder de vista.

Orfeão de diversão e boémia,
Pátria de Mulheres e Homens valerosos,
Escola de vida, Universidade de Valores.

Orfeão dos amigos verdadeiros,
Do Amor e da Paixão...

É com um imenso orgulho e gratidão que Te dou os parabéns por 100 anos feitos.
Que venhas a contar com outros tantos, se a tanto Te ajudarem o Engenho, a Arte e os Caloiros ;-)

Miguel Lello "O Parlamentar" - 06 de Março de 2012

Apenas e só...Muitos Parabéns ao Nosso Grandioso Orfeão Universitário do Porto!

Dani Sá - 06 de Março de 2012

Mesmo na distância, com o Orfeão no coração! É com ENORME orgulho que pertenci a esta grandiosa instituição. Um bem haja a todos que ao longo de várias gerações enalteceram a Academia. Parabéns à UP, Parabéns ao Orfeão Universitário do Porto.

Rita Lopes - 06 de Março de 2012

Parabéns ao OUP pelos 100 anos que hoje comemora!
Muito poderia escrever sobre esta instituição que passei a integrar em 1993. Aqui, direi apenas que, para mim, foi, e ainda é, uma escola de vida. Jamais conseguirei retribuir ao Orfeão tudo aquilo que dele recebi. Obrigado OUP!!!

Alberto Fabião Magalhães - 06 de Março de 2012

Cá vai o que escrevi em 1996:

ORFEÃO

Queria-te num só fotograma,
Numa impressão
Instantânea, definitiva,
Sempre à mão.

Um volteado de dança,
Uma piada de Jogral,
Um acorde dissonante,
Uma harmonia coral,
O sono da digressão,
O banco da camioneta,
Os Amores num refrão,
As fitas da pandeireta,
Tuna, Fado, serenata,
Capa, palote, tocata,
Bambolina, mica, teia,
Sarau, palco, brinde, ceia…

Uma Viola da Terra
- terra de fogo e mar,
Meio caminho de todas as idas,
Onde Portugal se vê espraiar
Das ilhas da viagem primeira –
Manda o balho, canta a Saudade!
Cordas de aço, cheiro a madeira
E dois corações:
Um trago-o no peito,
O outro do lado… dei-to.
Sabes, Orfeão,
São um mesmo coração.

Misha, 1996

Misha - 06 de Março de 2012

Parabéns a nós todos! A 6 de Março de 1912 um grupo de estudantes fundou o ORPHEON ACADÉMICO DO PORTO, não sei quais eram os seus sonhos, as suas ânsias, mas posso adivinhar. Foi por causa deles que em 1988 se me abriram as portas de uma casa, de uma instituição, da verdadeira Universidade em que cursei. E lá fiz as cadeiras (todas por "frequência") da amizade, do convívio, das noites mal dormidas, das tábuas do palco e da música (talvez a única linguagem universal). E levamos Portugal, aqui e a todo o mundo! Foste vida da minha vida, dos anos em que tudo florescia. Porque quisemos "ficar sempre estudantes"! Os de há 100 anos te fundaram, nós nunca te deixaremos morrer Orfeão! Façamos-te renascer já centenário

Misha - 06 de Março de 2012

É, foi e será, para sempre, com um enorme sentimento de orgulho, que recordarei ter pertencido ao Orfeão Universitário do Porto. Estou certo de que se cada um de nós oferecer ao Orfeão, pelo menos metade daquilo que o Orfeão gentilmente nos ofereceu, os próximos 100 anos estão garantidos! Viva ao Orfeão!

Lourenço Ramos - 06 de Março de 2012

Parabéns OUP pelos 100 anos de vida, histórias e memórias!
Que mais 100 anos se repitam e perdurem e que todos NÓS orgulhosamente façamos chegar este nome a todos os cantos do MUNDO!

“Cantando espalharei por toda parte,
Se a tanto me ajudar o engenho e arte.” – Os Lusíadas, Canto I

Joana Magalhães - 06 de Março de 2012

Parabéns ao Orfeão e a todos nós que contribuímos, mesmo que tenha sido de uma forma passageira, para o engrandecimento de tão nobre casa.

No Orfeão aprendemos a ser um pouco do que somos hoje, criamos amizades para a vida, grandes amizades, e quando recordamos o Orfeão o nosso coração enche-se de carinho, nostalgia, mas sobretudo muita alegria.

Sara Rego - 06 de Março de 2012

Hoje, dia 6 de Março de 2012, questiono-me de que forma hei de congratular um organismo que "assistiu" à catástrofe do Titanic, sobreviveu às guerras mundiais, à grande quebra na bolsa de Wall Street, às ditaduras que ditaram o fim de muitas vidas. Que testemunhou o surgimento do Rock'n'Roll, das televisões; os primeiros passos do homem na lua, a queda do muro de Berlim, os computadores... entre muitos outros acontecimentos que marcaram o séc XX.

De que forma congratular um organismo que em pouco tempo está a ser capaz de mudar a minha vida e que, mesmo ainda não fazendo parte dele, já usufruía do seu legado construído ao longo de quase 100 anos e difundido por todo o país?
Enquanto não descobrir, fico-me por um simples mas sentido:

Feliz aniversário, Orfeão Universitário do Porto!

100 ANOS.

Parabéns a toda a família orfeonista!

José Martins - 06 de Março de 2012

Orfeão, acho que não consegues imaginar tudo o que me deste ao longo destes anos. A primeira frase que ouvi quando era caloira foi, precisamente, do Presidente do OUP desse ano: "por muito que vocês dêem ao Orfeão, nunca será tanto como o que ele vos vai dar a vocês!"
Guess what? Parece que é verdade..
Muitos parabéns OUP, e obrigada pelo que continuas a dar!
Hoje sinto-me pequena ao pensar que fazes 100 anos e que eu fiz parte da tua História, mas o orgulho.. esse é gigante!

Constança Correia - 06 de Março de 2012

Feliz aniversário ao Orfeão Universitário do Porto, casa de tantos e tantas orfeonistas que, desde 1912, com tanto carinho a todos acolheu assim como à minha família com a imortalização de toda a sua grandiosidade nos "Amores de Estudante"...... Integro esta casa desde o ano de 1994/5, salvo erro, escassos anos após o nascimento da Tuna Feminina, em 1988, grupo do qual me orgulho de ter integrado e ter contribuído para a conquista de um lugar válido e reconhecido num contexto na altura (como dizer...?) 'dissonante' e 'conservador'. Foi um punhado de audaciosas mulheres orfeonistas que abriram caminho à Tuna do OUP e permitiu que todas aquelas que lhes seguiram, assim como às de hoje, continuar a elevar a Tuna Feminina no seio da grande família do OUP, da nossa Invicta cidade-berço e no contexto cultural internacional... Um enorme bem-haja a todas nós, às que nos precederam e às que ainda virão...! Sim, porque eu estou de volta...!

Sofia Pombo - 06 de Março de 2012

Uma verdadeira Instituição, no sentido pleno da definição de Maurice Hauriou, uma ideia-força, derivada de um poder, que perdura no tempo, sendo aceite nas consciências dos seus membros bem como nos da sociedade, mesmo quando essa ideia fundamental de organização social se renova e os seus membros se alteram! Mais do que as suas paredes, o OUP perdura pela sua ideia, pelas suas memórias, pela sua tradição!
Parabéns e venham mais 100!!!

Frederico Cortez - 06 de Março de 2012

Hoje o Orfeão Universitário do Porto alcançou os gloriosos 100 anos de existência.

Uma instituição que fez parte da minha vida e todos os dias de alguma forma ainda o vai fazendo, quer nas amizades que perduram quer nas recordações de uma vida.

Porque uma instituição vive de pessoas os meus PARABÉNS vão para todos os Orfeonistas que já passaram por esta casa e que a fizeram durar 100 anos, e de certo muitos mais irão fazer durar...

PARABÉNS ORFEÃO... PARABÉNS A TODOS NÓS...

Rui Guimarães - 06 de Março de 2012

É uma honra poder comemorar de tão perto os 100 anos do Orfeão Universitário do Porto. Parabéns a todos que contribuíram para o engrandecimento desta tão nobre Instituição. O meu sincero e profundo obrigado.

Bárbara Neves - 06 de Março de 2012

A ti que me recebeste em 2001 por dançar muito bem, quando eu queria era ir cantar... A ti que me ensinaste a olhar com outros olhos para as danças tradicionais portuguesas... A ti que me mostraste uma panóplia de personalidades com diferentes formações, diferentes formas de vida, diferentes objetivos de vida... A ti que me deste algumas das melhores amizades que tenho hoje... A ti que me proporcionaste actuações sem fim por estes recantos de Portugal... A ti que me deste a hipótese de voar pela primeira vez em 2003... A ti que me levaste à Madeira (2003) e ao Brasil (2005)... A ti que me deste entradas e saídas de palco, ceias, brindes, festas e queimas... A ti que me deste a oportunidade de ser ensaiadora do magnifico grupo de Açores e Madeira e descobrir que sou capaz de ensinar algo a alguém... A ti que, apesar de não me teres seleccionado para cantar, ainda me deste essa oportunidade no grupo de maçadeiras... A ti que me fizeste dançar salsa, merengue e contemporâneas... A ti que me deixaste fazer parte dos corpos dirigentes e conhecer e desenvolver mais algumas competências em mim... A ti que me fizeste ver num pequeno grupo de pessoas a diversidade de todo um mundo... A ti que me deste a oportunidade de ser uma parte do que hoje sou...

Os meus parabéns pelos 100 anos de histórias e estórias, pela escola de vida que proporcionas a mais de 200 estudantes de todas as faculdades da Universidade do Porto... E o registo do meu orgulho por ter feito parte da história desta casa!

Carla Santos - 06 de Março de 2012

Parabéns ao nosso Orfeão! Parabéns familia!

Marta Dinis - 06 de Março de 2012

Parabéns por as iniciativas! É pena não poder estar presente. Gostaria de vêr a atuação das "Tunas".

Deveria haver mais divulgação, porque quem não consulta o site ou nem sequer tem computador,os eventos passam ao lado, e é pena.

maria do carmo - 06 de Março de 2012

Parabéns pelos 100 anos, dos quais 6 foram "meus" e tão importantes na minha vida! Venham mais 100!

Joana Félix - 06 de Março de 2012

A Direção da AAOUP vem agradecer a colaboração do grupo de pauliteiros da OUP no nosso sarau de Lordelo, Paredes
Algumas fotografias podem ser vistas no nosso Lamiré electrónico. http://olamire.blogspot.com/

Esperamos que esta colaboração com este e outros grupos possa ter lugar no futuro para manter a chama da nossa associação.

AAOUP

AAOUP - 30 de Março de 2011

Muito bonita a v/ actuação no espectáculo 'Antologia do Fado', gostei muito da 'Senhora do Almortão'!

Pena que num grupo com o v/ nome só havia 2 instrumentos de cordas.

Ana Maria Sousa - 27 de Junho de 2010

hola, estuve en uno de sus eventos en el 2002, si no me falla la memoria, fue genial! y sigo con la duda....como puedo conseguir sus canciones?
la verdad, me encantaría volverlas a escuchar y que mis hijos las escuchen ahora

Olá, estive num de seus eventos no 2002, se não me falha a memória, foi genial! e sigo com a dúvida....como posso conseguir suas canções?

a verdade, me encntaria voltá-las a escutar, e que meus filhos as escutem agora

Obrigado... Neri Vanegas TUNA DE FACULTAD DE DERECHO Y CRIMINOLOGIA UANL. DE MEXICO

Neri Vanegas - 22 de Maio de 2010

Lindissima actuação em Fafe! Tentem cantar o vinho do porto do saudoso Carlos Paião:

http://www.youtube.com/watch?v=3WAlFP3xMBQ&feature=related

Celeste Braga - 05 de Abril de 2010

Sempre que cantam a magnífica música "Amores de estudante" lembrem-se de dizer quem a compos, tendo em conta q foi orfeonista.

Jaime Guimarães - 29 de Março de 2010

Parabéns ao Coro Clássico pelo magnifico Concerto Navidad Nuestra! Venham mais!

Cecilia Machado - 25 de Janeiro de 2010

Ainda não tinha parabenizado a equipa que renovou o site do nosso querido Orfeão, mas faço-o ainda antes do novo ano! Bom trabalho!

Acho óptimo que as actividades estejam a ser mais divulgadas e promovidas com antecedência online, como está a acontecer neste preciso momento com os concertos do Coro Clássico! Que seja para continuar!

Um Bom Ano Novo de 2010 a todos!

Marina Pinto - 30 de Dezembro de 2009

Gostava de saber o contacto ou a morada do antigo orfeonista Rui Valentim Lima Campos. Julgo que reside em Lisboa e sei que continua ligado ao OUP (antigos orfeonistas residentes em Lisboa). Obrigado

Manuel Morato - 07 de Novembro de 2009

Isto realmente, quando estamos longe, e apesar de não estarmos nada mal ;p , lembramos-nos de muitas coisas boas que ficaram, uma delas (no top3) é sem dúvida esta grande instituição, este grande OUP!
labai ačiū

Miguel Cabeleira (LITUÂNIA) - 03 de Novembro de 2009

Um espectáculo magnífico no parque da cidade.

O parque da cidade é um poço de surpresas. Anteontem, quando passava pelo
núcleo rural do parque, deparei com um espectáculo magnífico de vários
grupos de danças e cantares da Universidade do Porto. Foram duas horas de
folclore Beirão, Minhoto, Alentejano, Madeirense e ainda os Pauliteiros de
Miranda. O folclore da Beira Baixa estava representado pelo grupo de
Cantadeiras de Caria (Serra da Estrela) que não se cansaram de elogiar os
estudantes que pareciam mesmo alentejanos, madeirenses, mirandeses e de
todas as outras regiões que representaram.

O cenário era ideal, parecia que estávamos num arraial de uma casa de
lavoura minhota (…)

O orfeão da UP é um exemplo de como, quase sem recursos materiais, as ideias
se concretizam, se partilham e geram outras ideias em ciclos imparáveis.

Foi pena a CMP não ter divulgado esta iniciativa a que muitos tivemos o
privilégio de assistir por mero acaso.

30 de Junho de 2009 in Jornal de Notícias

Adelaide Carvalho - 02 de Julho de 2009

Parabéns ao Orfeão Universitário do Porto pela realização de mais um incrível evento - I ENCONTRO ETNOGRÁFICO. Façam com que este projecto cresça e seja, tal como o FITU, mais uma referência, desta feita, na divulgação e dinamização da etnografia portuguesa.

Carla Santos - 29 de Junho de 2009

TUP... los amoooooo.... desde Venezuela

Alejandra - 15 de Junho de 2009

Conoci al orfeao en el festival internacional de Buergos en 1987
y son extraordinarios, feliidades, yo fui con una tuna mexicana de la UNAM saludos
alguien podría decirme el e-mail de Ana Maria dos Santos Silva y Toze en ese tiempo ellos pertenecian a la dirección del grupo

Luis Escamilla Perea - 19 de Maio de 2009

Meus queridos muitos Parabéns! em grande no JN de hoje no cortejo! vejam... http://jn.sapo.pt/multimedia/video.aspx?content_id=1222596

Beijinhos
Pipa

Pipa - 06 de Maio de 2009

Parabéns pelo site. Está com uma bela apresentação.
Pena tenho é de não poder ver fotos do meu tempo.(56/61)Moçambique em 59.Sei que um colega vos entregou uma óptima colecção com recortes de jornais e tudo;
ou será que eu não soube encontrar? Se assim foi, agradeço muito que me informem.
Abraço e continuem.

Conceição Cancela - 30 de Abril de 2009

Como não podia deixar de ser aí está um novo site... IMPECÁBEL!!!!!!!!!!!! muitos Parabéns... que o OUP continue a ser esta MAGNÍFICA CASA!

Pipa - 28 de Abril de 2009

Parabéns pelo reformulado site! Está espectacular! Adoro as fotos, os vídeos, o layout.. Parabéns à equipa que trabalhou neste projecto e obrigado por engrandecerem a Universidade do Porto e todos os seus estudantes. É um orgulho pertencer a uma Academia assim :)

Ângela Guedes - 28 de Abril de 2009

Odeio orfeões... Mas estou cheio de saudades vossas!
abraços para a malta e VIVA O ORFEÃO
IP IP URRRRRAAAAAAA

Sílvio Morgado (Ilha da Mágia) - 20 de Abril de 2009

Obrigada por nos fazerem relembrar todos os momentos que passamos no Orfeão e que sem dúvida são inesquecíveis... quero ficar sempre estudante, quero ser para sempre Orfeão!

Ana Luísa Teixeira - 16 de Abril de 2009

Parabens, Continuem e depois de mais dois anos ( ainda é assim ?) inscrevam-se noutro curso ou venham para a AAAOUP

Carlos Manuel Pinto Machado - 16 de Abril de 2009

Parabéns pelo trabalho que estão a fazer para permitir que recordemos neste sítio alguns dos melhores momentos das nossas vidas. Como era divertido fazer parte da Orquestra Feminina dos anos 60. Será que o meu instrumento ainda existe? (aquele do extremo esquerdo da foto).
Um abraço a todos

António Teixeira (teixeirinha) - 16 de Abril de 2009

Do meio do Atlântico deu-me uma vontade imensa de fugir e voar para a Rua dos Bragas!
Quero parabenizar todos aqueles que ajudaram a "refrescar" a imagem do Orfeão!
Um bem haja a todos os Orfeonistas que fazem desta mui nobre Instituição a casa de todos nós!!!
Ahhhhh saudade...

Sónia Rodrigues - 15 de Abril de 2009

Cada vez mais compreendo alguém que um dia disse.... "Quero, ficar sempre estudante..." Orfeão!!! Para todo o SEMPRE!

João Soromenho - 14 de Abril de 2009

Laba diena!
Muitos parabéns às pessoas que trabalharam para este site. Um trabalho realmente muito bem conseguido! Até me deu vontade de voltar já a Portugal! Mas esperem por mim...O que é atravessar toda a Europa quando o Mundo é tão pequeno para qualquer Orfeonista!
Iki greito pasimatymo!!!

Luís Machado (directamente da Lituânia) - 14 de Abril de 2009

Bravo!!!

Marta - 14 de Abril de 2009

Está fantástico! Confesso que até fiquei com o olhito mais húmido depois de ver os vídeos das digressões...
Muitos parabéns aos autores e obrigada por ajudarem a relembrar os momentos mais espectaculares e aguçarem a curiosidade dos futuros orfeonistas!

Ágata Carvalho - 14 de Abril de 2009

Parabéns a todos os orfeonistas e antigos orfeonistas. O novo rosto do site está com boa apresentação, mais leve e mais fácil de utilizar. Um muito obrigado a toda a equipa que trabalhou por nós...
Saudações Orfeónicas...
e... muita música

Elísio Melo - 13 de Abril de 2009

O único...o magnifico...o inacreditável...o (insira elogio)...Orfeão Universitário do Porto!!!

Parabéns á equipa responsável pela concepção deste magnifico e reformulado ponto de encontro entre gerações orfeónicas=)


Abraço

Ivo Teixeira - 13 de Abril de 2009

*


*